© GI-COM IPS

Ana Luísa Gaspar Costa

BIO (3.ª pessoa)

Ana Luísa Costa é professora adjunta na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal (ESE-IPS). Integra a equipa de investigadores do Centro de Linguística da Universidade de Lisboa e colabora com o Centro de Investigação, Educação e Formação do IPS. Concluiu a Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas – Estudos Portugueses e Espanhóis em 1994 e o Ramo de Formação Educacional em 1996 na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Doutorou-se em Linguística, na especialidade de Linguística Educacional, com a dissertação «Estruturas contrastivas: desenvolvimento do conhecimento explícito e da competência de escrita», apresentada à Universidade de Lisboa em 2010. Entre 2012 e 2015, integrou, como bolseira de pós-doutoramento, a equipa do Post Scriptum: Arquivo digital da escrita quotidiana em Portugal e Espanha na época moderna, um projeto do Centro de Linguística da Universidade de Lisboa, financiado pelo European Research Council (7FP/ERC Advanced Grant ­ GA 295562). Foi professora do ensino básico e secundário entre 1997 e 2012, tendo desempenhado funções docentes como professora do ensino secundário requisitada no Ramo de Formação Educacional da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa entre 2000 e 2007. Colaborou com o Gabinete de Avaliação Educacional do Ministério da Educação e com outras instituições de ensino superior, como a Universidade Nova de Lisboa. Atualmente, na sua atividade docente, dedica-se à formação de educadores e de professores do ensino básico, lecionando unidades curriculares da área da didática da língua e da linguística portuguesa. Entre as atividades de formação contínua de professores, destaca-se a sua participação em várias ações de formação na área da Didática Específica e da Avaliação Educacional. É membro do Conselho Técnico Científico da ESE e cocoordenadora da Licenciatura em Educação Básica. Desenvolve investigação em Linguística Educacional, especificamente no âmbito da didática da primeira língua, tendo publicado artigos em revistas e livros e participado como oradora em vários congressos e encontros nacionais e internacionais. Integrou diferentes equipas de projetos técnicos e científicos de investigação educacional, como a Terminologia Linguística para os Ensinos Básico e Secundário (Ministério da Educação, 2002) e o Projeto Aprendizagem para Todos (ESE, Fundação Calouste Gulbenkian, Banco Mundial e Ministério da Educação da República de Angola, 2016).

×