© Direitos Reservados

Camané

BIO (3.ª pessoa)

Emoção. Tradição enriquecida com a dose certa de risco. Versatilidade. Tudo isto faz parte da personalidade artística de Camané.

Camané é indiscutivelmente visto como «a voz» do fado. Demonstrando uma rara sensibilidade musical, Camané continua a afirmar-se como uma voz única na arte de cantar o Fado. É um dos nomes mais incontornáveis e representativos da história do Fado e da música portuguesa.  Um dos fadistas mais aclamados a nível nacional e internacional.

É impossível resistir ao sortilégio e à magia de Sei de um Rio, de a Complicadíssima Teia, A Guerra das Rosas, Ela Tinha Uma Amiga ou Senhora do Livramento, entre muitas outras. São fados, canções profundas e intemporais que se ouvem com prazer e emoção vezes e vezes sem conta.

Em Agosto de 2017,  Camané foi distinguido com o Prémio Tenco, atribuído também aos italianos Vinicio Campossela e a Massimo Ranieri. Este galardão, atribuído desde 1974 pelo Clube Tenco, em homenagem ao cantautor italiano Luigi Tenco (1939-1967), já distinguiu nomes como Leo Ferré, Jacques Brel, Charles Trenet, Joni Mitchell, Leonard Cohen, Patti Smith, Tom Waits, Caetano Veloso, Chico Buarque, e os portugueses Sérgio Godinho, José Mário Branco e Dulces Pontes, entre outros.

21:00H | Camané

Programa Foro FIL Dia 27 novembro

Foro FIL | Concerto

Convidados: Camané


×