© Ana Brígida

Ricardo Araújo Pereira

BIO (3.ª pessoa)

Ricardo Araújo Pereira nasceu em Lisboa, em 1974. Licenciado em Comunicação Social pela Universidade Católica, começou a sua carreira como jornalista no Jornal de Letras. É guionista desde 1998. Em 2003, com Miguel Góis, Zé Diogo Quintela e Tiago Dores, formou o grupo humorístico Gato Fedorento. Escreve semanalmente na revista Visão (Portugal) e no jornal Folha de S. Paulo (Brasil) e é um dos elementos do programa da TSF/TVI24 «Governo Sombra».

Com a Tinta-da-china, publicou cinco livros de crónicas — Boca do Inferno (2007), Novas Crónicas da Boca do Inferno (Grande Prémio de Crónica APE),  A Chama Imensa (2010) e Novíssimas Crónicas da Boca do Inferno (2013) e Reaccionário com Dois Cês (2017) —, além de Mixórdia de Temáticas (2012) e Mixórdia de Temáticas — Série Miranda (2014), que reúnem os guiões do programa radiofónico, e um ensaio: A Doença, o Sofrimento e a Morte Entram num Bar (2016, também publicado no Brasil). No Brasil está ainda publicada a coletânea de crónicas Se não entenderes eu conto de novo, pá (Tinta-da-china, 2012).

Coordena a colecção de Literatura de Humor, que integra autores como Charles Dickens, Denis Diderot e Jaroslav Hasek.

É o sócio n.º 12 049 do Sport Lisboa e Benfica.

BIO (1.ª pessoa)

Nasci em Lisboa, em 1974. Licenciei-me em Comunicação Social pela Universidade Católica e

comecei a trabalhar como jornalista no Jornal de Letras. Sou guionista desde 1998. Em 2003,

com Miguel Góis, Zé Diogo Quintela e Tiago Dores, formei o grupo humorístico Gato Fedorento.

Escrevo semanalmente na revista Visão (Portugal) e no jornal Folha de S. Paulo (Brasil) e sou um dos elementos do programa da TSF/TVI24 «Governo Sombra».

Com a Tinta-da-china, publiquei cinco livros de crónicas — Boca do Inferno (2007), Novas Crónicas da Boca do Inferno (Grande Prémio de Crónica APE), A Chama Imensa (2010), Novíssimas Crónicas da Boca do Inferno (2013) e Reaccionário com Dois Cês (2017) —, para além de Mixórdia de Temáticas (2012) e Mixórdia de Temáticas — Série Miranda (2014), que reúnem os guiões do programa radiofónico, e um ensaio: A Doença, o Sofrimento e a Morte Entram num Bar (2016, também publicado no Brasil). No Brasil está ainda publicada a colectânea de crónicas Se não entenderes eu conto de novo, pá (Tinta-da-china, 2012).

Coordeno a colecção de Literatura de Humor das Edições Tinta-da-china, que integra autores como Charles Dickens, Denis Diderot e Jaroslav Hasek.

Sou o sócio n.º 12 049 do Sport Lisboa e Benfica.

16:00H | Apresentação de livro de Ricardo Araújo Pereira

Programa Literário Dia 24 novembro

Pavilhão de Portugal | Apresentação

Convidados: Ricardo Araújo Pereira / Jerónimo Pizarro / Mario Jursich


19:30H | A noite e o riso

Programa Literário Dia 24

Pavilhão de Portugal | Masterclass

Convidados: Ricardo Araújo Pereira


13:00H | Portugal, país de campeões

Programa Literário Dia 25 novembro

Pavilhão de Portugal | Conversa

Convidados: Ricardo Araújo Pereira / Rui Zink

Moderação: Pablo Raphaël


×