EXPOSIÇÕES
Ana Hatherly e o barroco - num jardim feito de tinta

Ana Hatherly e o barroco – num jardim feito de tinta

DATAS | LOCAL
ENTRADA LIVRE

Artista plástica, realizadora, tradutora, escritora, Ana Hatherly (Porto,1929 – Lisboa, 2015) foi também professora catedrática de literatura barroca. Com a sua investigação revalorizou esse período histórico, revelando uma profunda afinidade entre os experimentalistas do século XX, de que fazia parte, e os seus antecessores dos séculos XVII e XVIII.
(ver+)

O que dizem as paredes – Almada Negreiros e a pintura mural

DATAS | LOCAL
ENTRADA LIVRE

José de Almada Negreiros (1893-1970) foi um artista que se desdobrou pela escrita, pelas artes performativas e pelas artes plásticas. Da poesia à dança, das artes gráficas à lanterna mágica, experimentou variadas linguagens e marcou a vanguarda e a modernidade em Portugal, bem como em Madrid, onde viveu e trabalhou cinco anos.
(ver+)

Variações sobre a tradição Dos lenços de amor aos bordados com poesia.

DATAS | LOCAL
ENTRADA LIVRE

No ano em que Portugal é o convidado de honra da Feira do Livro de Guadalajara e no âmbito da programação paralela a este evento, entendeu-se promover uma exposição que parte de um objeto tradicional português – o lenço de amor – através do qual as mensagens de amor foram sendo transmitidas ao longos dos tempos.
(ver+)

×